terça-feira, 15 de novembro de 2011

Recap

Remember the post about button downs I published a while ago? So, I decided to take on the adventure of creating and innovating and put together an outfit made entirely of you already know what. Hint hint, they include buttons and collars. Shirts duh! Take a look and see for yourself!

Se lembram do post falando de camisas que publiquei há um tempinho atrás? Então, resolvi encarar a dificl mas divertida aventura de criação e inovação e criei um look feito somente de camisas. Pois é, só camisas dos sapatos ao chapéu (tentando não ser clichê e falar dos pés a cabeça, ah vai, deu para entender!). Nunca abotoei tanto botão e arrumei duas golas tantas vezes! Dêem uma espiada!

Low quality due to photo-booth video recorder. Oh well, i guess that when you have no one else to take a picture for you, you run right back to those old go-to methods. I know about the "picture in the mirror" one (oh so boring and not very efficient) and computers low quality "webcam" shots. Between both, I chose the latter. Suggestions and ideas are always welcome! I purposefully forgot about camera timers, urgh, just 'cause ya know, I actually forgot to use that the day i took these.

Culpe o photo-booth pela qualidade dessas fotos. Pois é, quando não tem mais ninguém para tirar fotos de você, você volta correndo para aqueles truques antigos que nem sempre funcionam mas dão para o gasto. Conheço as famosas "fotos no espelho" ( muito popular e nada eficiente) e as imagens de baixa qualidade tiradas com a "webcam". Entre as duas opções, escolhi a segunda. Sugestões e ideias de novos métodos sempre bem vindas! E só para esclarecer, eu propositadamente não mencionei o confiável "timer" embutido em quase todas as câmeras porque, vocês sabem como é né, eu meio que esqueci de usar isso no dia que tirei essas fotos.


Well, this outfit may seem kinda crazy at first sight, but for those of you who are wondering if I’ll ever have the guts to wear this somewhere, I say yes, I do. And I will eventually in the near future. Crazy huh? As I said on that post, I had to “borrow” some shirts from my dad, but any extra large shirts (especially the ones kept from ex’s) will do. And funky shoes to complement are a must! As I always say: If you are planning on doing something, go all the way. Because seriously, imagine if you worked every single detail according to your outfit’s theme and then just ruined it by adding something that has nothing to do with it? Chaos! If I paired this look above with some boring shoes, it would become even weirder.

Bom, eu sei que essa produção ta um pouquinho de nada maluca, mas para os que tão questionando se eu vou algum dia ter a coragem e ousadia o suficiente de sair assim em publico, eu digo que sim. Sim tenho, e quando esse dia chegar, vou fazer questão de ser o centro de toda atenção (mwahahahaha, minha risadinha maligna)! Como eu disse naquele post, eu tive que “pegar emprestado” algumas camisas vintage do meu pai (eu evito usar velha, já deu para perceber né?) mas qualquer camisa – de preferência com botões e golas – no maior tamanho possível serve. Quanto maior, melhor. Outro must para produção não parecer totalmente sem nexo é o de sempre, um bom acessório; seja simples seja exuberante. Neste caso, usei um sapato mais diferentinho mas nada demais. Como eu sempre digo, se é para fazer alguma coisa, que faça direito! O que eu quero dizer com isso? Imagine se você trabalhasse cada peça, cada detalhe até o ultimo botão e ai só estragasse tudo com uma coisa nada haver. Caos! Portanto, se eu tivesse combinado esse look com um sapato muito clássico ou chamativo demais, ficaria ainda mais esquisito. Ousadia e consciência = chave.




Though I did invent this piece myself, I can’t take full credit for the marvelous invention of shirts as other garments. Ohh but how I wish I could. My inspiration? This video below.

Por mais que eu tenha inventado esse look inteiramente com meu próprio crânio (difícil acreditar não?), não posso levar todo crédito pela maravilhosa invenção de camisas como outras peças. Quem me dera pudesse! Minha inspiração? Esse vídeo.